quarta-feira, maio 26, 2010

Para o Dr. Maurício que vai me salvar (mesmo que leve 8 anos)

Árvore que quer crescer e é impedida continua crescendo mesmo que torta. Tortuosamente crescendo.

Sou uma árvore de tronco sinuoso.
Tentaram me podar
me impedir
me bloquear

Tenho seqüelas da tortura por todo o meu corpo torto
Na minha língua presa
Na minha coluna em S
No dedinho do meu pé direito que não encosta no chão como o do pé esquerdo
Nas minhas dificuldades de equilíbrio

Mas mesmo tendo me impedido

me atado
e desejado me abortar

Não puderam (nem nunca conseguirão)
me calar.

Se sobrevivi ao parto

à infância

à puberdade cruel e anoréxica

Se cheguei até aqui

é porque fui e sou

forte.

o
bastante.

Um comentário:

tavares disse...

verdade, às vezes difícil lembrar disso né?