quinta-feira, fevereiro 04, 2010

Da janela luz neon roxa escura.
É agora e já.
Que sexo tem?
Que sexo tem?
Bichos loucos suicidas escritores jovens amantes mentirosos em alerta, com drogas, amor e sexo. Lençol de suor. Coroa de tesão. Paira.
Gotículas de testosterona no ar.
A noite é foda. A noite é foda. A noite pé afora ante pé, antes não fosse de noite. Mas agora já é, tamo aqui e pá, já é. Sempre é agora a partir de agora. O tempo não existe, a partir de agora. É só pensar que de noite é pra sempre de noite. O sol resolveu não voltar, entregues tipo bicho sorrateiro -os bichos da noite são cruéis e deliciosos e cruéis- estamos entrgues aos livre arbítrios da cidade anoitecida para sempre. Já é. Não tem volta. Meteu o pé, abraça o diabo. E goza.

Um comentário:

ravel cabral e jorge disse...

o diabo se bebe no gargalo.